É melhor prevenir

É melhor prevenir

Agosto, o conhecido mês do cachorro louco, é a época da campanha de vacinação de cães e gatos contra a raiva, doença também conhecida por hidrofobia e causada por um vírus que se manifesta somente em mamíferos. Ele infecta a região do cérebro que controla os comportamentos agressivos e pode ser transmitido pela mordida e saliva de animais contaminados. Mas a raiva não é a única doença que deve ser prevenida. Cães e gatos estão sujeitos a diversos outros problemas de saúde que podem ser evitados com alguns cuidados básicos.

Levar ao veterinário com frequência e seguir todas as orientações do médico é fundamental. Ele deve aplicar todas as doses de vacinas contra giardíase, causada por um protozoário; tosse dos canis, que começa com uma tosse seca e pode resultar em infecções fatais, e cinomose, ocasionada por um vírus que ataca o sistema digestivo, respiratório e nervoso, principalmente de filhotes, entre outras doenças.

Além disso, cães precisam tomar banho duas vezes ao mês e, gatos, a cada 3 meses, se só ficarem dentro de casa. De preferência, com produtos antipulgas e seguido por escovação dos pelos, para verificar a presença de carrapatos. Se forem encontrados, é melhor não removê-los na hora, pois uma parte do corpo do parasita pode continuar presa à pele do animal, causando irritação. É possível encontrar em pet shops alguns produtos apropriados para a eliminação de carrapatos.

A escovação dos pelos do gatos é ainda mais importante, pois, como se lambem todos os dias, evita que engulam muitos pelos mortos. Tanto os cães quanto os felinos precisam ser vermifugados duas vezes ao ano. Os vermes podem causar emagrecimento, falha no crescimento de filhotes, lesões pulmonares, anemia, ataques convulsivos, movimentos circulares repetitivos e outros sintomas.

Quanto à alimentação, os gatos podem ter a ração à sua disposição durante todo o dia. Já os cães devem comer em horas certas. O correto, tanto para cachorros quanto para os gatos, é que o alimento oferecido seja apropriado para cada animal, levando em conta espécie, idade e tamanho. Portanto, na hora de comprar, é importante observar as especificações: se é para filhote, raças de grande porte, idosos, etc.

Especialistas orientam como cuidar bem de seus bichinhos:

Ao adotar um cão, lembre-se que ele cresce. E é para sempre!
Regina Maria Ruiz Amato (Pet Xuka)

Se você não for um criador, após as primeiras vacinas, castre seu animal. Isto é um ato de amor.
Kátia Cilene R.da Silva (Felinos & Caninos)

Uma adequada alimentação é o mais importante para o crescimento de seu filhote. Dê-lhe alimento sempre em horários pré-estabelecidos
Luiz Carlos Rey (Planeta Animal)

A vermifugação é importante para a saúde do seu animal e da sua família. Vermifugue a cada três meses!
Priscila César (Cão Doce)

Vacine e cuide da saúde do seu animal. Leve-o regularmente ao veterinário”
Cristiane Seco Vicente (República dos Bichos)

Com  a chegada dos meses mais quentes, aumentam as infestações por parasitas como pulgas, carrapatos e piolhos nos cães e gatos. Além de “coceiras”, eles também podem transmitir graves doenças. Consulte seu veterinário.
Maria Patrícia Silva e Maite Unruh Reol (Entre Patas e Pelos)

Aquarismo é prazer, é hobby, e não dor de cabeça e estresse. Manutenções quinzenais ou mensais são ideais, para medir o nível de toxina na água (que é produzida pelos peixes, por excesso de alimentação, por excesso de peixes ou por filtragem insuficiente ou inadequada) para identificar doenças, deixá-lo limpo e equilibrado como novo.
Lilli & Bull Pet Shop e Medicina Veterinária

Ao primeiro sinal de tosse em seu cãozinho procure um veterinário, não dê xarope. Ele pode estar com problemas no coração.
Bianca Peres Rechia (Médica Veterinária)

Os cães, gatos e outros animais de estimação não são acometidos pela gripe suína mas são acometidos por gripes (que não passam para seres humanos) e que já existem vacinas para este tipo de virose para os cães.
Eduardo e Celso Filetti

Até os animais podem se entediar de ficar em casa por muito tempo. Nesses dias de chuva, a dica do Bouticão são as capas de chuva e os sapatinhos especiais para essa ocasião. E ainda: para preservar o meio ambiente, use o ” cata-caca”.
Eduardo e Celso Filetti

Adquira pássaros legalizados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama).
Messias (Mercadão dos Pássaros)

Vacinas, higiene, saúde bucal, boa alimentação e muito carinho é tudo que seu animalzinho precisa para ser saudável e feliz
Leônidas Perazzo Pizzoli – (Xuxucão)

Vacine seu cão anualmente, não só contra a raiva, mas contra todas as doenças.
Dr. Edison da Costa Ribeiro Fernandez (Pet Shop Royal Sandy).

Os cuidados com a alimentação são fundamentais, não podendo esquecer que os alimentos à venda para o consumo dos animais são totalmente industrializados e com presença de aditivos químicos(palatatibilizantes,flavorizantes, corantes, conservantes, os quais poderão , dependendo da sensibilidade individual,desenvolver processos de alergias que serão manifestos a níveis de pele , intestinal ou urinário, a médio ou longo prazo.
Carlos Alberto Urbas (Clinica Med-Cão)

Compre seu filhote somente em lugar recomendado pelo seu veterinário, evite lojas.
Roberto Horn (Reino Animal)

2018-06-05T16:03:52+00:00