Episódio lamentável ocorre nesta época do ano, no Sul do Brasil: é a farra do boi. Um bando de vândalos se reúne para diversão à custa de animais. Proibida desde 1997, pelo STF, a farra se faz cada vez mais presente em Governador Celso Ramos, sendo que, neste ano, ganhou até apoio do prefeito e do governador de Santa Catarina, que pensam em ampliar os negócios na área hoteleira. Além da prática de crueldade contra os animais, os promotores desrespeitam o órgão máximo da Justiça brasileira, que considera “a farra do boi cruel e crime punível com até um ano de prisão para quem pratica, colabora ou, no caso das autoridades, exime-se de impedi-la”. É nosso dever acabar com esta crueldade.