Tratamento dentário em animais

Tratamento dentário em animais

“Colocação de Prótese dentária em animais domésticos”, é o processo que vem sendo desenvolvido com sucesso na Clínica Veterinária Filetti, cujo médico especialista e professor de Fisiologia, Eduardo Ribeiro Filetti, 26 anos, um dos responsáveis por este trabalho, apresentou-o semana passada à comunidade científica e acadêmica, na 41ª Reunião da SBPC – Sociedade Brasileira do Progresso para Ciência, realizada em Fortaleza. Este método vem sendo desenvolvido com a participação do Veterinário Celso Ribeiro Filetti, irmão de Eduard, e já mereceu destaque em revistas especializadas em animais, conferências e congressos específicos para especialistas da área (Medicina Veterinária). A colocação de prótese tem sido feita em cavalos, cães e vacas, que tiveram dentes quebrados, com exposição de raiz, provocando forte dor, ocasionando inclusive, a perda de produtividade, notadamente nos cavalos e vacas. O tratamento do odontológico em animais é inédito, e Eduardo Ribeiro Filetti, considerado um dos mais novos cientistas, vem procurando aperfeiçoar seu método, estudando junto a cirurgiões dentistas e com protéticos, todos os prós e contras de uma prótese, dependendo do tipo de arcada dentária e da situação em que se encontra a boca e os dentes do animal. O tratamento é um tanto quanto complicado, não pelo aspecto científico, mas pelo comportamento dos animais. Isto porque, os bichos têm que ficar por muito tempo em observação, uma vez que passa a ter na boca um elemento estranho. A primeira reação é tentar retira-lo, podendo com isso, ferir-se. No entanto, os dois veterinários na busca do aperfeiçoamento do método, estão trabalhando no sentido de encontrar um equipamento mais apropriado para prende o aparelho nos dentes e mantê-lo fixo, sem incomodar o animal. Além deste trabalho, Filetti apresentou na SBPC, um outro: “Encapsulamento de materiais didáticos em resina”, que também foi desenvolvido com seu irmão e com o monitor da disciplina de Fisiologia da Universidade Santa Cecília, onde leciona, Aírton Bartolotto e a estudante Luciane Duarte Novaes (1º ano de Biologia). Além de Filetti, representaram Santos e a Uniceb na SBPC, o cientista Carlos Henrique Barroqueiro, a bióloga Mara Cristina Calabrez e o estudante Carlos Eduardo Shuster. Publicação: Espaço Aberto – 21 a 27/07/1989 – Educação Créditos: Arquivo EA

2018-04-26T14:32:49+00:00