Clínica Veterinária Filetti
Atendimento Emergência 24hrs na Baixada Santista 997 115 545
R. Alm. Tamandaré, 275 - Embaré • Santos • São Paulo
(13) 3227-5770 / 3227-5771 • filetti@filetti.com.br
 
 

Artigos
 VER TODOS OS ARTIGOS 

Eduardo Filetti quer adotar pitbull envolvido em crime! Veterinário acredita que consegue ressocializar o animal!
CURSOS 01-07-2015


No último dia 30 de junho, a cidade de Santos se comoveu com uma tragédia. A criança Yasmin Teixeira da Costa, de 1 ano e nove meses faleceu devido a um ataque de um cão pitbull chamado Kadaffi (em homenagem ao ditador da Líbia), que pertencia ao dono da casa onde a menina morava com a família. Em virtude deste acontecimento, o cão ficou sob guarda da Prefeitura de Santos, na Coordenadoria de Proteção à Vida Animal (Codevida). Por acreditar que a fatalidade é fruto de maus tratos sofridos pelo animal, o médico veterinário e pós-graduado em Saúde Pública, Eduardo Filetti, quer adotar o pitbull e entrou com pedido há quase um mês no Codevida, sem ter qualquer resposta.

Filetti acredita que é necessário fazer uma análise mais aprofundada do animal antes de tomar qualquer decisão, e se sente habilitado para fazer esse estudo. "Lendo as reportagens, é possível entendermos que o dono do animal o deixava sozinho nesse imóvel,que, pelo que li, estava abandonado até a família se mudar para lá. Pelo nome do animal dado pelo dono, é possível vermos que o mesmo foi educado com violência, por isso reage com violência. É preciso fazer uma anamnese (análise do comportamento do animal) antes de concluir que o animal é violento. Pesquisas internacionais mostram que é muito raro termos cães violentos, a não ser que sejam criados com violência", pondera.

Defensor da Vida Animal desde à década de 80 (antes do termo ficar conhecido por todo o país), quando pegava animais abandonados nas ruas e buscava donos para adotá-los, Filetti acredita que é possível ressocializar o cachorro e é contra a crença de que a raça pitbull é violenta. "Já falaram no passado o mesmo de dobermans. Não é verdade. Eu mesmo tenho três pitbulls e todos são bem dóceis". Filetti já abrigou e arrumou novos lares para mais de 4 mil cães e gatos.

Filetti tem experiência em ressocialização de animais. Na década de 90, na gestão do ex-prefeito e hoje deputado federal Beto Mansur, um cachorro fila mordeu uma criança e foi recolhido pela Prefeitura, gerando muita polêmica na Cidade. Filetti pediu ao ex-prefeito a guarda do animal, o ressocializou e depois de alguns anos, arrumou uma casa nova para o Fila que viveu por anos com uma família que respeitava os cães. "Eu sempre digo que temos que tratar o animal com amor. Se ele recebe amor espalha amor. Os animais domésticos, de uma maneira geral, só devolvem as pessoas o que recebem delas. Se recebe violência, dá violência. Se recebe carinho, devolve carinho.

O veterinário tem consciência que é um tema polêmico. "Claro o animal causou a tragédia da perda de uma vida humana e o ser-humano vai querer a morte do animal, que não tem nem como se defender. Mas acredito que, assim como um ser-humano que comete um crime, podemos também recuperar um cachorro envolvido em uma tragédia dessa. Afinal, o cão não tem consciência das consequências de seus atos. E todo ser vivo merece uma segunda chance".

Ele lembra que é preciso apurar em uma processo investigativo, mas se ficar comprovado que o animal sofria maus tratos, o dono do mesmo pode ficar de 1 a 3 anos preso e ainda pagar multa, segundo a Lei de Crimes Ambientais (9.605/98), em seu artigo 32. "É necessário se apurar a responsabilidade das pessoas com consciência envolvidas no caso".

Filetti já procurou a secretária municipal de Meio Ambiente, Marise Cespedes e desejou sua vontade, que está sendo analisada pelo Codevida. "Podem me chamar de louco por querer adotar um animal com este histórico, mas realmente acredito que é possível sua ressocialização e o fato de ter um veterinário envolvido nessa recuperação é um fator positivo". Filetti espera que o Codevida resolva logo a situação e que o animal seja ressocializado com responsabilidade. "Não podemos compensar uma tragédia com outra, como a morte do cachorro, como já vi alguns santistas defenderem".






 
► Leia o artigo e Veja o vídeo


 



 
  Início
Vídeo
Download
Fale Conosco
Cadastro
  Institucional
  Artigos
Filetti News
Fotos
Saiu na Mídia
 
 
.:: • © Copyright 2003 - 2017, Clínica Veterinária Filetti / Bouticão ® • Santos • São Paulo • (13) 3227-5770 / 3227-5771 • filetti@filetti.com.br • http://www.filetti.com.br
R. Almirante Tamandaré, 271/273 • Embaré • (13) 997 115 545 •
.::
.:: • PORTALWEB 5.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy