Clínica Veterinária Filetti
Atendimento Emergência 24hrs na Baixada Santista 997 115 545
R. Alm. Tamandaré, 275 - Embaré • Santos • São Paulo
(13) 3227-5770 / 3227-5771 • filetti@filetti.com.br
 
 

Artigos
 VER TODOS OS ARTIGOS 

Pombos se multiplicam e viram problema no município de Santos
Victor Anjos
CURSOS 03-06-2015
Victor Anjos
Há oito anos, havia um pombo para cada 2,6 santistas. A tendência é aumentar


Santos é conhecida mundialmente por receber muitos turistas durante o ano. Porém, vários "visitantes" não tão queridos pela população estão se multiplicando e causando transtornos aos munícipes. Tratam-se dos pombos.

Eles estão em quase todos os cantos da cidade. E quando não são vistos, deixam rastros de sujeira que os identificam facilmente.

Há oito anos, havia uma ave para cada 2,6 santistas. A tendência é que esse número aumente.

Para tentar dimensionar o tamanho do "problema", um grupo de 78 universitários da Universidade Santa Cecília está nas ruas para verificar a evolução da espécie e levantar um perfil infecto-parasitário dos pombos em Santos e São Vicente.

"Vamos fazer dois tipos de levantamento. Um por fotografia em vários pontos da cidade e outro medindo as fezes dos bichos", conta o veterinário e professor universitário Eduardo Filetti, responsável pelo estudo.

A ação será a terceira do tipo. Em 1995, houve o primeiro levantamento, que estimou a população de pombos da região em 80 mil bichos. Feita novamente em 2007, a pesquisa mostrou que o número havia dobrado para 160 mil.

"Acho que dessa vez, o número não dobra. Mas ainda assim vai ser assustador e irá supreender todo mundo".

De acordo com Filetti, a multiplicação dos pombos acaba prejudicando a própria espécie. "imagina que você mora com seu pai e sua mãe em uma casa. De repente, sua tia vem morar junto e sua mãe fica grávida de trigêmeos. Causa uma superlotação e desconformto no lar. E é isso que acontece hoje na Baixada com os pombos", conta.

A proliferação das aves em Santos é causada principalmente por conta de três fatores: a falta de predadores naturais, os gaviões; a quantidade de alimento, principalmente na região do porto; e também às pessoas que as alimentam.

Porém, Filetti não acredita que a população seja a principal culpada pelo crescimento dos pombos na região.

"Acho que culpar o povo não é certo, sendo que apenas 5% das aves são alimentadas por pessoas. A situação é causada pela arquitetura da cidade, que favorece a espécie, a falta de predadores, pois acabamos com a Mata Atlântica na região e principalmente pelo derramamento de grãos do porto", explica.

O estudo deve ficar pronto até o início do próximo ano, quando Filetti quer ampliar a investigação para outras cidades da região.


Doenças

É preciso tomar cuidade com as fezes dos pombos. Cada animal produz cerca de 2,5 kg de fezes por ano e, nessas fezes, estão fungos, bactérias e ácaros que podem causar, pelo menos, seis tipos de doenças, entre elas a verminose, conjutivite e meningite.

"Começei a limpas as fezes de pombos que acumularam no meu carro. Dois dias depois eu peguei conjutivite, porque ficava coçando o olho no meio de limpeza", conta o comerciante Raimundo do Nascimento.


Solução

Vale lembrar, no entanto, que os pombos não devem ser mortos, apenas controlados, já que têm importência ambiental e são protegidos por lei federal. "Por isso, a população não pode sair matando os animais ", conta Filetti.

"Não podemos criar uma guerra. A solução que proponho é a distribuição de anticoncepcionais nos alimentos dos pombos. Eles não vão acabar, mas deve haver um equilíbrio. Quem tem o poder de fazer alguma coisa é quem tem a caneta na mão", finaliza.


 






 


 



 
  Início
Vídeo
Download
Fale Conosco
Cadastro
  Institucional
  Artigos
Filetti News
Fotos
Saiu na Mídia
 
 
.:: • © Copyright 2003 - 2017, Clínica Veterinária Filetti / Bouticão ® • Santos • São Paulo • (13) 3227-5770 / 3227-5771 • filetti@filetti.com.br • http://www.filetti.com.br
R. Almirante Tamandaré, 271/273 • Embaré • (13) 997 115 545 •
.::
.:: • PORTALWEB 5.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy