Clínica Veterinária Filetti
Atendimento Emergência 24hrs na Baixada Santista 997 115 545
R. Alm. Tamandaré, 275 - Embaré • Santos • São Paulo
(13) 3227-5770 / 3227-5771 • filetti@filetti.com.br
 
 

Artigos e Matérias
 VER TODOS OS ARTIGOS 

Suspeito de fraude no Santos é punido e candidatos escolhem urna eletrônica
COLUNA SOCIAL 08-12-2014


O mesário José Ananias da Silva foi suspenso preventivamente por 30 dias

O mesário José Ananias da Silva, acusado de fraude nas eleições do Santos no último sábado, na Vila Belmiro, foi suspenso preventivamente por 30 dias e não poderá exercer nenhuma função no clube. Ananias, que está inscrito na chapa da situação, liderada pelo candidato Nabil Khaznadar, depositou duas cédulas na urna 7 e, por isso, não poderá sequer votar na nova eleição, remarcada para o próximo sábado.

O "caso Ananias" virou um mistério no Santos. Além de integrar o grupo de Nabil, o mesário foi flagrado no lançamento da chapa "Mar Branco", do candidato Fernando Silva, no clube Portuários, na cidade de Santos, em outubro deste ano.

"Ele deveria ter saído algemado no momento. 30 dias é muito pouco para quem manchou de lama a história do Santos. Só lamento que quatro candidatos tenham DNA da atual gestão, que não tem competência para organizar a eleição e punir os culpados", afirmou o candidato Modesto Roma.

A polêmica eleição para escolher o novo presidente do Santos foi anulada após suspeita de fraude. No entanto, a confusão foi iniciada devido a problemas técnicos nas dez urnas eletrônicas. Por conta disso, os representantes das cinco chapas concorrentes ao pleito se reuniram com o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Paulo Schiff, na tarde desta segunda-feira, na Vila, para definir a organização da nova eleição.

Apesar dos problemas técnicos, os candidatos definiram em votação que o novo pleito será realizado novamente com as urnas eletrônicas. A escolha gerou polêmica. Nabil Khaznadar, Fernando Silva e José Carlos Peres votaram a favor, enquanto Modesto Roma e Orlando Rollo optaram pelas cédulas de papel.

"Sou favorável a urna eletrônica, não sou contra a modernidade, mas o sistema está totalmente condenado. Na fase de testes nossos partidários já alegaram que o problema de sábado já poderia ocorrer. Eles atestaram isso e constaram na ata. O que acontece é que errar uma vez, tudo, duas vezes é burrice demais. Vamos lidar com seis mil pessoas, estamos temerosos que algo de pior possa acontecer. O sistema é o mesmo, então a probabilidade é enorme. Fomos prejudicados já no sábados, as outras chapas não estão preocupadas. O senhor Paulo Schiff está de brincadeira", afirmou Rollo.

"Vamos juntar os nossos laudos técnicos e o nosso jurídico vai intervir. Ele (Modesto) tem a mesma opinião e estará conosco. As cédulas, dessa vez, deverão estar preparadas. Se o juiz decidir a nosso favor pode trocar até na hora. Caso contrário, a eleição deve ocorrer mesmo com as urnas eletrônicas", completou.

Os locais da nova eleição serão repetidos - Vila Belmiro e Federação Paulista de Futebol. No entanto, não ficou decidido se a votação em Santos deve ser mantida no salão de mármore do clube ou transferida para a quadra de esportes do estádio.

Apesar do problema com as urnas, o gerente da Microbase, Otaviano Galvão Neto, responsável pela instalação e manutenção do equipamento, revelou que as "polêmicas urnas" foram utilizadas na eleição do Palmeiras no último sábado, que decretou a reeleição do presidente Paulo Nobre. O responsável ainda ressaltou que as mesmas urnas já foram utilizadas em 27 eleições no clube de Palestra Itália e nunca houve problemas.

"Passamos a trabalhar com eleições privadas e fizemos isso de 2007 para cá. Fizemos entre 45 e 50 eleições. Só no Palmeiras fizemos 27 eleições e não são eleições simples onde você vota em um único candidato. A eleição lá cada eleitor vota em 21 candidatos. O que rodou aqui (Vila Belmiro) foi o que rodou no Palmeiras no sábado", afirmou Neto.

Concorrem ao pleito os seguintes candidatos: Modesto Roma Júnior (vice Cesar Conforti), da "Santos Gigante" e apoiado por Marcelo Teixeira; Fernando Silva (vice Reinaldo Guerreiro), da "Mar Branco" e apoiado por Luis Alvaro de Oliveira; José Carlos Peres (vice Antonio Carlos Cavaco), da chapa "Santos Vivo"; Nabil Khaznadar (vice Carlos Fonseca), da "Avança, Santos" e apoiado pela atual diretoria, de Odílio Rodrigues; Orlando Rollo (vice Vagner Lombardi), da "Pense Novo Santos".






 
► Leia a matéria no UOL


 



 
  Início
Vídeo
Download
Fale Conosco
Cadastro
  Institucional
  Artigos
Filetti News
Fotos
Saiu na Mídia
 
 
.:: • © Copyright 2003 - 2017, Clínica Veterinária Filetti ® • Santos • São Paulo • (13) 3227-5770 / 3227-5771 • filetti@filetti.com.br • http://www.filetti.com.br .::
.:: • PORTALWEB 5.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy