Clínica Veterinária Filetti
Atendimento Emergência 24hrs na Baixada Santista 997 115 545
R. Alm. Tamandaré, 275 - Embaré • Santos • São Paulo
(13) 3227-5770 / 3227-5771 • filetti@filetti.com.br
 
 

Artigos
 VER TODOS OS ARTIGOS 

Dicas Veterinárias
CLÍNICA --0
Eduardo comenta...
Aqui vão algumas dicas para resolver pequenos problemas que seu companheiro pode apresentar.
Mas lembre-se , sempre consulte seu veterinário, pois só ele conhece bem seu pet o suficiente para decidir qual o melhor procedimento a ser adotado.

DICAS VETERINÁRIAS

1- Esterilização um gesto de amor.

Se você não pode se responsabilizar pelos filhotes de seu animal, por favor esterelize-o !
Não coopere para aumentar ainda mais o número de animais abandonados em nosso país. O animal reage apenas ao seu instinto de reprodução, sem a mínima chance de escolha. Conscientize-se que este não é "problema dos outros", e sim responsabilidade de cada dono de animal de estimação.
Saiba dos benefícios da esterilização e do sossego que este simples ato pode trazer ao seu animal e a toda comunidade.

O que é a esterilização ?
A esterilização é uma cirurgia simples que consiste na remoção do útero e ovários (ovário-histerectomia) na fêmea, ou dos testículos (orquiectomia) no macho. É muito comum o preconceito quanto a esterilização em animais machos. Atualmente existe a opção da vasectomia (corte do canal deferente que liga os testículos à uretra) para o cão, permitindo o cruzamento, sem prejuízo no temperamento e defesa do animal.
A esterilização dói? É perigosa?
As cirurgias realizadas sob anestesia geral e por profissionais, são simples e totalmente indolor. Como toda cirurgia, seu animal vai dormir bastante nos dois primeiros dias, mas em pouco tempo estará totalmente recuperado.
Atualmente as anestesias estão aperfeiçoadas, com risco mínimo para os animais. Além disso, os riscos relacionados com a reprodução são bem maiores.

A esterilização é uma solução definitiva !
Quando esterilizar?
O mais rápido possível. Não existe limite de idade para esterilização de uma animal. Aconselhe-se com o veterinário de sua confiança.
Não existe evidência científica que apoie o fundamento que é melhor para uma fêmea ter um cio ou uma cria antes da esterilização, nem que uma fêmea de raça (cadela, gata) não deve ser esterilizada. O fato real é que cada cio ou cria é um grande desgaste, podendo debilitar as fêmeas, que continuam com o risco elevado de câncer nas glândulas mamárias.
E quanto ao custo da cirurgia se o seu veterinário for consciencioso, com certeza facilitará o pagamento.
O animal vai engordar por causa da esterilização?
Com o término do instinto reprodutivo o animal esterilizado torna-se mais saudável, tranqüilo e estável, podendo apresentar uma mudança de peso que varia de animal para animal. Mas os fatores reais que determinam o peso são: dieta e exercícios regulares e não uma intervenção cirúrgica.
Um animal esterilizado necessita menos quantidade de alimento.


As vantagens da esterilização Desvantagens do animal não esterilizado
É a maneira mais eficiente de frear o instinto da reprodução;

Maior expectativa de vida do seu animal;

Menor risco de inflamação das vias urinárias;

Menor risco de problemas nas vias uterinas, câncer de mama, útero, próstata e testículos;

O gato perde o hábito de urinar nas paredes e móveis para marcar território. A urina perde o odor forte e desagradável.
Riscos de fugas do animal que podem terminar em acidentes graves e até fatais;

Problemas hormonais;

Excitação excessiva por falta de cruzamento e conseqüente perda de apetite;

Problemas graves devido ao excesso de latidos, uivos ou miados;

Micção excessiva;

Na cadela: inconveniente da perda de sangue durante o cio e da reunião habitual de machos na porta de sua casa;
na gata: facilidade de reprodução, ela pode entrar no cio 10 dias após uma ninhada; (veja quadro abaixo.

Animal Início da vida sexual Duração do cio Frequência Gestação
Cães Entre 8 e 12 meses de 10 a 15 dias cada 6 meses 58 a 63 dias
Gatos Entre 6 e 8 meses de 3 a 6 dias cada 3 meses 58 a 62 dias


2- Como alimentar meu cachorro ?

De 1 a 5 meses
De 5 a 10 meses Após 10 meses
Refeição matinal

Almoço

Jantar

Refeição Noturna
Refeição matinal

Almoço

Jantar
Almoço

Jantar



Refeição matinal e noturna:
1. Leite com cereais em flocos ( germe de trigo, aveia, farinha láctea, neston, etc.) adoçados ou não com mel.
2. Ricota com mel.
3. Ração.
Almoço/Jantar:
1. Carne magra, moída ou picada- 70% e Arroz com legumes e verduras - 30 % .
2. Ração.


Observações:

Mantenha água fresca e limpa à vontade.

Ossos sintéticos e bovinos auxiliam a limpeza dos dentes e previnem a formação de tártaro (antes dos 6 meses - ossos sintéticos).

Periodicamente a carne deve ser substituída por frango (sem osso), peixes (sem espinhas) ou vísceras (fígado, coração, etc..).

Acrescentar uma gema crua em uma das refeições 2 a 3 vezes por semana.

Evite alimentos fora dos horários habituais.

Não deixe a comida à disposição do animal. Isso pode acarretar distúrbios digestivos.

Adicionar frutas não ácidas na alimentação.

ALIMENTOS PREJUDICIAIS:

Açúcar e doces em geral.

Alimentos temperados, enlatados.

Ossos pequenos e de aves.

Carne de porco, bofe.
Massas, gorduras e frituras.

Conservas em geral.

Pão, fubá e batata.

Alimentos gelados.

OBS: O animal só deve sair na rua após estar totalmente vacinado. Todas as vacinas tem prazo de validade e devem ser repetidas anualmente. Recomendamos fazer exame parazitológico de fezes a cada 6 meses.

3- Orientações sobre pré-natal, parto e pós-parto (cães e gatos).

TEMPO DE GESTAÇÃO EM ALGUMAS ESPÉCIES (EM DIAS)
Cadela 58 a 63 Porca 114 Ovelha 150 Chinchila 50 a 60
Gata 59 a 64 Cabra 150 Coelha 28 a 35 Rata 20 a 25
Égua 330 Vaca 280 Ramster 25 a 30 Preá 60 a 70

ORIENTAÇÕES SOBRE CRUZAMENTO

Cadela: entra no cio de 6 em 6 meses, duração de 10 a 15 dias, dias férteis 8¼ ao 14¼ dia, o ideal é cruzar no mínimo 2x.
Gata: entra no cio de 4 em 4 meses, duração 8 a 14 dias a ovulação é induzida com a cópula do macho sobre a fêmea
.
ESCOLHA DOS PAIS

Sem problemas genéticos;

Sem problemas de pele;

Vacinados e vermífugados;

Tamanhos semelhantes.

PRÉ NATAL


Exame de fezes e vacinas (antes do cruzamento);

Evitar situações de risco ( sair sem coleira, detetização);

Repouso e boa alimentação;

Avaliação MEDICO VETERINÁRIA com 30 e 55 dias após cruzar.

QUANDO O PARTO SE APROXIMA


Respiração acelerada, inquieta, arranha o piso;

Queda do apetite, construção do ninho;

Corrimento vaginal hemorrágico ou mucóide.

PARTO NORMAL


1. A fêmea rasga o saco aminiótico(bolsa d água);
2. Corta o cordão umbilical;
3. Lambe o fluído fetal da boca e cabeça do filhote;
4. Estimula a respiração e circulação lambendo o filhote.


PARTO PATOLÓGICO (O QUE FAZER?)


1. Rasgar o saco aminiótico;
2. Cortar o cordão umbilical;
3. Enxugar o fluído fetal da boca e cabeça do filhote;
4. Estimular a respiração/circulação massageando o filhote.


CORTE DO CORDÃO UMBILICAL

MATERIAL: Tesoura e fio de algodão(esterilizados em álcool)

Dar nó, 1 dedo de distância da barriga do filhote;

Se estiver preso à mãe dar outro nó e cortar entre eles;

Usar iodo fraco ou mercúrio 3x ao dia para desinfecção.

PÓS-PARTO


De um filhote para o outro máximo cinco horas;

Contrações sem filhotes máximo cinco horas;

Pode ou não ingerir as membranas fetais;

Normalmente preocupa-se com um filhote de cada vez;

Outras rejeitam os filhotes até o nascimento de todos;

Corrimento até duas semanas pós-parto (involução uterina);

Caudectomia (corte de cauda) três a seis dias pós-parto.

ESTÁGIOS DA PARIÇÃO(Trabalho de Parto)


1. Cadela intranqüila, apreensiva e assustada;


pode tremer, arfar, vomitar;

recusa de alimentos;

algumas querem proteção do dono, outras distância;

fracas contrações uterinas.



2. Fortes contrações uterina, respiração rápida;

fluído visível na vulva;

aparecimento de membrana aminiótica (bolsa d água);

filhote aparece após algumas contrações;

até 5 horas nesse estágio e horas para outro.

3. Expulsão das membranas fetais após cada filhote nascer.

CARACTERÍSTICAS FISIOLÓGICAS DE CÃES E GATOS (RECÉM-NASCIDOS)CARACTERÍSTICA GATOS CÃES


queda do cordão umbilical 2 a 3 dias 02 a 03 dias

abertura das pálpebras 13 a 15 dias 14 a 15 dias

sono ativo até 25 dias até 30 dias

controle da micção/defecação 15 a 25 dias 15 a 25 dias

manter-se em pé 12 a 16 dias 15 a 18 dias

alimentar-se sozinho 25 a 35 dias 30 a 35 dias


Esquema de Vacinação
Cães
V8 ( octupla )
- l dose 6 a 8 semanas
- 2 dose 9 a 11 semanas
- 3 dose 12 a 14 semanas
- 4 dose 15 a 17 semanas
Raiva (anti-rábica)
- 1 dose 16 a 20 semanas
- 2 dose 20 a 24 semanas

OBS:


A vacina octupla ( v8) protege contra : cinomose, hepatite, leptospirose ( 2 tipos ), parvovirose, parainfluenza, coronavirose e adenovirose ( 2 tipos );

Em áreas endêmicas recomenda-se a aplicação da vacina contra leptospirose semestralmente;

Existem outras vacinas além da v8 como por exemplo: quádrupla, leptospirose, etc.; consulte seu médico veterinário pois ele saberá recomendar o melhor esquema de vacinação para seu animal;

Recomenda-se 6 doses da v8 para cães da raça rottweiler e dobermann devido a maoir suceptibilidade desses ao parvovírus;

Todas as vacinas tem prazo de validade e devem ser repetidas anualmente.

Gatos
Quádrupla Felina
-1 dose 6 a 8 semanas
-2 dose 9 a 11 semanas
-3 dose 12 a 14 semanas
Raiva (anti-rábica )
-1 dose 16 a 20 semanas

OBS:

Todas as vacinas tem prazo de validade e devem ser repetidas anualmente.





 


 



 
  Início
Vídeo
Download
Fale Conosco
Cadastro
  Institucional
  Artigos
Filetti News
Fotos
Saiu na Mídia
 
 
.:: • © Copyright 2003 - 2017, Clínica Veterinária Filetti / Bouticão ® • Santos • São Paulo • (13) 3227-5770 / 3227-5771 • filetti@filetti.com.br • http://www.filetti.com.br
R. Almirante Tamandaré, 271/273 • Embaré • (13) 997 115 545 •
.::
.:: • PORTALWEB 5.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy