Clínica Veterinária Filetti
Atendimento Emergência 24hrs na Baixada Santista 997 115 545
R. Alm. Tamandaré, 275 - Embaré • Santos • São Paulo
(13) 3227-5770 / 3227-5771 • filetti@filetti.com.br
 
 

Artigos
 VER TODOS OS ARTIGOS 

Cãominhada: lazer para famílias e seus cães
A Tribuna Segunda-feira, 3 de julho de 2006 Local Página A-8 Da reportagem
CÃOMINHADA --0
Público comparece para participar da manhã que reuniu lazer para as famílias

Nem mesmo a chuva fina impediu que milhares de pessoas participassem da festa

Famílias inteiras participando com seus cães ou mesmo presentes só para prestigiar. Cachorros produzidos com roupinhas especiais para o evento e pinturas da pelagem. Uma manhã de lazer com muita alegria, prestação de serviços e um ambiente de confraternização. Foi assim as 2ª Cãominhada TV Tribuna que reuniu ontem milhares de pessoas na avenida da praia, entre os canais 4 e 6.

Com uma convivência pacífica de cães de todas as raças e tamanhos, o passeio começou exatamente às 9h30 em frente à rua Oswaldo Cochrane e seguiu em direção à rua Ricardo Pinto. Por todo o percurso de um quilometro, muitas pessoas aproveitaram os serviços gratuitos para seus cães e acompanharam apresentações de agility e dos cães da Polícia Militar nas várias tendas montadas.

Ao mesmo tempo em que se distraíram vendo os vários tipos de cães, os participantes tiveram acesso a consultas veterinárias, avaliações médicas e mesmo serviços de estética, como corte de unhas, pintura de mechas e colocação de lacinhos. Tudo gratuito. Em outros pontos, cães adestrados demonstraram suas habilidades.

“Estamos muito contentes em poder realizar mais um evento para a população. Além da Cãominhada, o público presente teve várias atrações e aproveitou as apresentações e os serviços oferecidos nas tendas”, disse o diretor superintendente da TV Tribuna, Roberto Clemente Santini.

Nem mesmo alguns momentos de chuva atrapalharam a participação. O sentimento de orgulho dos proprietários dos animais era visível em relação a admiração dos espectadores, sobretudo das crianças, que se divertiam.

O prefeito João Paulo Tavares Papa também prestigiou e elogiou o evento. “É uma festa para as famílias santistas e uma oportunidade de conhecimento e de informações importantes como a posse responsável. Hoje, o animal de estimação é parte da família e tem grande importância para a qualidade de vida das pessoas, além de ter vários papéis, como a guarda, a ajuda nos tratamentos, sobretudo de crianças. Afetivamente também é importante”, disse.

“Temos de aproveitar tudo de bom que esse contato pode proporcionar. Este já é um evento consagrado, uma realidade que anima e incentiva essa relação com os animais”, acrescentou Papa, lembrando o trabalho de adoção de animais que a prefeitura promove. “Hoje não se mata mais. Fazemos um trabalho de castração e estimulamos a adoção”.

Nas tendas de serviços montadas pelo trajeto, as filas eram imensas. O público aproveitou para tirar dúvidas e receber benefícios. “É muito legal ver essa concentração toda de pessoas que amam seus bichinhos, que querem o melhor para eles. O movimento foi intenso o tempo todo”, frisou o médico veterinário Celso Filetti.

Quem também comemorou foi o presidente da Federação de Cinofilia do Estado de São Paulo, Paulo Eduardo Costa. “É um evento muito importante, um evento que valoriza o cão. Nós convocamos nossos associados e tivemos a participação de representantes de Guaratinguetá, Jundiaí, Marília e Campinas, além do Kenel Clube da Baixada Santista. Foi maravilhoso”, afirmou.

Pet Stops

Apesar da grande concentração de animais, o evento foi tranqüilo, sem problemas. A segurança foi realizada pela Polícia Militar e a Guarda Municipal deu retaguarda. Na área médica, a Family Emergências ficou de prontidão com três ambulâncias UTI para qualquer atendimento.

Outro cuidado especial foi com a limpeza. Foram distribuídas luvas higiênicas (saquinhos) para recolhimento dos dejetos e a Terracom distribui lixeiras a cada 50 metros, além de contar com funcionários para varrição antes, durante e após o evento. Já para os animais, a novidade foi a instalação de quatro “pet stops”, pontos com água corrente para hidratação dos cães, numa parceria com a Sabesp.

A 2ª Cãominhada teve o apoio da Prefeitura Municipal de Santos, por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Guarda Municipal, Serviços de Zoonoses e Secretaria de Saúde, e da Polícia Militar. Patrocínio Terracom e Purimar – distribuidora exclusiva ProPlan. Iniciativa e realização TV Tribuna, com organização da Kawan Eventos.

Legenda: Público comparece para participar da manhã que reuniu lazer para famílias, serviços para o cuidado com os cães e muita informação sobre as melhores maneiras de lidar com o seu “melhor amigo”

Legenda: Penélope – vestida com uma roupa rosa e cheia de brilho, Pandora desfilou no colo de sua dona fantasiada de Penélope.

Legenda: Dançando quadrilha – A dona da cocker Layla aproveitou a época de festa junina e a levou a caráter

Legenda: Mickey Mouse – Little, de 2 anos de idade, ostentava as orelhas e suspensório preto do Mickey Mouse, personagem de Walt Disney

Legenda: Família caipira - Pedro Henrique, Camila e Beatriz, pai, mãe e filha, formaram uma família caipira, com roupas típicas e chapéus de palha.

Legenda: Superman – Apesar de sua roupa, com o distintivo do Superman, Buster, de um ano e meio, andava calmo e não expressava valentia na avenida da praia.

Legenda: Billy, de três anos, participou da Cãominhada vestido com uma roupa cheia de distintivos do Santos Futebol Clube.

Derrota na Copa não abala o patriotismo do público

Mesmo com a eliminação do Brasil na Copa do Mundo após a derrota para a França, no último sábado, alguns cães e seus donos não tiraram os uniformes e, ontem, na 2ª Cãominhada TV Tribuna, deram o exemplo de que patriotismo é para o ano todo.

Eles promoveram um verdadeiro desfile de uniformes que exaltaram o Brasil. Na roupa de Cindy, uma pequena cocker, as cores verde e amarelo ganharam bolas vermelhas e pretas, uma tentativa de Sula Marques, sua proprietária, expressar “lágrimas e dor no coração” pela derrota de sábado.

De boné, Lino, também compareceu à Cãominhada uniformizado. “Esperávamos uma vitória e não deu. Mas resolvi trazer ele assim mesmo”, disse a animada dona de casa Alice Garcia.

Mas quem chamou a atenção dos participantes do evento foram o poodle Kinder e sua mãe Brenda. Com o pelo todo tingido, Kinder era uma verdadeira bandeira do Brasil de patas. Brenda recebeu uma tatuagem com a bandeira “Nós somos brasileiros e não desistimos nunca”, brincou a estética canina Rose Perobelli, dona dos animais.

Já a advogada Eliane Sasso Menano preferiu protestar contra a derrota e vestiu seu cão, o labrador Dallas, com a camisa da seleção portuguesa, que passou para as semifinais, “Íamos colocar a do Brasil, mas perdeu”.
A Clínica Veterinária Filetti também reservou um espaço em seu estande para um painel com a imagem dos jogadores da Seleção com a qual os cães podiam tirar fotos.

Gatos
Em meio a tantos cachorros, um carrinho de bebe improvisado atraía os olhares dos curiosos. Decorado com fitas verdes e amarelas, abrigava a tímida gata Fifi, que olhava todo o movimento de dentro do carrinho. “Onde tem cachorro, tem gato”, brincou o dono, Edicion João Pedreira. Ele explicou que o animal não anda porque tem artrose. Por isso, não pode sair do veículo.

Mais a vontade, a gata Fefe não dava nem sinal de que se sentia ameaçada por estar cercada de caninos. “Ela adora cães, afirmou a dona, Gabriela Lobo.

Cães Policiais
Ao final da 2ª Cãominhada TV Tribuna, as atenções se voltaram para o estande da Polícia Militar, onde cães treinados deram algumas demonstrações do auxílio que dão aos policiais em trabalhos de rotina.

Átila, um cão de grande porte e adestrado para farejar entorpecentes, encontrou em alguns segundos dentro de uma caixa fechada, uma bola com odor de drogas. Ele é capaz de encontrar entorpecentes enterrados a uma profundidade de até 20 centímetros.

Em outra demonstração, os policiais mostraram como cães são treinados para agir em uma abordagem da PM. Em uma primeira simulação, em que o bandido não reagiu o cachorro ficou parado, apenas vigiando.

Em outra, o bandido tentou fugir. Imediatamente, o cão saiu em disparada e abocanhou um dos braços (devidamente protegido) do policial que participava da simulação como bandido.
Kinder foi preparado para mostrar o orgulho de ser brasileiro

PM mostrou todo o trabalho e a disciplina dos cães policiais






 
01-01-2017
       
       
       
     


 
 


 



 
  Início
Vídeo
Download
Fale Conosco
Cadastro
  Institucional
  Artigos
Filetti News
Fotos
Saiu na Mídia
 
 
.:: • © Copyright 2003 - 2017, Clínica Veterinária Filetti / Bouticão ® • Santos • São Paulo • (13) 3227-5770 / 3227-5771 • filetti@filetti.com.br • http://www.filetti.com.br
R. Almirante Tamandaré, 271/273 • Embaré • (13) 997 115 545 •
.::
.:: • PORTALWEB 5.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy